terça-feira, 6 de janeiro de 2009



boneca de trapo

pode-se ver
que é feita de farrapos
e recheadas de teorias
filosofias alheias
e ensaios inacabados

tem pouco tato
dedos grudados
numa só costura
sem divisão

traz olhos de vidro
que pouco ou nada veem
pensamentos embuchados
numa mente de algodão

não ouve bem
fala menos ainda
a boca é um misto
de Marylin Monroe
Edie Sedgwick

na imaginação infantil
brinquedo divertido
na verdade adulta
voraz carranca

a realidade e ficção
são uma só boneca de trapo
porta sem tranca
vista de lados opostos
por ignorantes sem visão.



(fotografia original: http://www.flickr.com/photos/xkalokax/2192536178/ )

11 comentários:

Adriana disse...

Larissa,
No blog manufatura há vários dias livres nos quais vocês conivdam a participar.Gostaria de me juntar a equipe.É possível? Não achei seu e-mail, por isso escrevo aqui.
PS*Seus textos são muito bacanas.

http://anndixson.blogspot.com

Wagner Marques disse...

adorei, boneca!

Otário disse...

aos bonecos de pano eu coloco-os a fazer bonequinhos de pano em posses obscenas.

Os meus bonecos de pano são muito obscenos por vezes...

Anônimo disse...

Larissa,

quanto ao seu comentário no blog Pó & Teias, não ter visto nada seu significam duas coisas:
que não pegamos poemas sem autorização quando convidamos alguém para postar lá e que estas convidada então, se quiseres, a enviar-me algo para que possa ser postado...

grato
Ricardo Pozzo

Anônimo disse...

o email é:

terradosempre2006@gmail.com

ou

poeteias@gmail.com

Léo disse...

Bonecos de pano me causam tremendo desconforto.

Direto do Rio.
Beijos.

Marcelo Novaes disse...

Larissa,


verso e reverso de um ver (sempre) mutilado.








Beijos,








Marcelo.

Renata de Aragão Lopes disse...

"porta sem tranca"
gostei da expressão!

beijo,
doce de lira

V_ Leal disse...

factory girl, retalho e ficção retalhos da verdade.

V_ Leal disse...

doces identificações,rs

OT disse...

Venho dar-lhe os meus sinceros parabêns, pois acabei de descobrir o sucesso que está arrecadando na utopiaeditora. Os livros mais vendidos, segundo o site, muito bem.